22 de outubro de 2016

RESENHA: Double Time - Olivia Cunning (Sinners on Tour #5)

Double Time - Olivia Cunning 

Eu não estava muito animada com a história do Trey. Mas esperava um pouco mais, ou algo diferente.Primeiro, porque eu acho a Reagan muito novinha para ser o ar ideal dele. A vida que ele leva pedia alguém mais experiente, acho eu.

Trey Mills é guitarrista do Sinners, é bissexual e sempre levou uma vida desregrada já que a única pessoa a quem ele amou e ama é Brian Sinclair, que além de hétero é casado desde o livro 1. 

Reagan Eliot é uma jovem de 21 anos que faz um teste para entrar na banda do irmão do Trey, a Exodus End, a banda de metal mais badalada do mundo. Ela arrasa no teste e é contratada.

Ela e Trey se conhecem durante o teste e ele fica obcecado pela garota que dá indícios se ser uma versão feminina dele, com a língua afiada e sempre pronta a responder suas piadinhas a altura. Cunnng poderia ter aproveitado melhor essa parte do relacionamento deles. Ela é uma cega. Nunca desconfia de nada. É a última a saber das coisas. Isso me incomodou

Ethan é ex-namorado de Reagan. Eles terminaram quando ela o pegou transando com um cara. Apesar de ele ser bi, ela acredita que ele seja homossexual e continua uma amizade e eles dividem um apartamento. A maneira como Ethan Conner é descrito me irritou. Não gosto de caras como ele.

Ele é ex-policial e trabalha com segurança particular (por isso ele vai junto com a Reagan para as viagens da Tour) e honestamente, é um babaca.  Nas relações MM ele só fica em cima e beira o estupro com certas atitudes.O Trey que eu conheci antes não se permitiria estar em certas situações. É metido a machão, é grosso, estúpido. Se acha o rei da cocada preta.

Enquanto estão apenas Trey e Reagan, o enredo segue de maneira bem interessante. Por Trey ser bi eu esperava (e já sabia por spoilers) que apareceria um cara na jogada. Mas depois de passar 4 livros e mais de 1000 páginas acompanhando o quanto Trey era apaixonado por Brian há 15 anos, eu não comprei a ideia de que ele se apaixonaria tão rápido e com tanta intensidade por outro homem. Mas é isso o que ocorre.

Ele cai na besteira de se declarar para Brian (ideia da mocinha idiota) e as coisas não são exatamente amigáveis. E logo depois, enquanto Ethan age mais uma vez como um ogro, ele percebe que não ama mais o Brian e sim Ethan. (WTF?)E depois de todo esse drama, o livro acaba sem um desfecho. Agora eu entendo porque tanta gente pediu mais um livro sobre o Trey e a Reagan. 

Por outro lado, o que mais goste nesse livro foi conhecer os integrantes do Exodus End. O Dare já tinha dado as caras antes, mas ao que tudo indica, todos os integrantes são apaixonantes. Eles são mais velhos que os Sinners, e espero que isso reflita no tipo de relacionamento que eles terão. Preciso de Insider para ontem. 

PS: quem achou o livro 1 indigesto pode ser que ache este aqui também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário