1 de setembro de 2016

RESENHA: Segredos de uma Noite de Verão - Lisa Kleypas (Wallflowers #1)

Segredos de uma Noite de Verão - Lisa Kleypas

Um bom passatempo. Não é o meu preferido da autora, mas foi  bom o suficiente para me fazer querer continuar a ler a série. Mocinha mediana, mocinho arrasador. Me apaixonei  por Hunt.

Uma das coisas que mais gosto em Lisa é que ela revisita cenários e nesse livro puder ver que repete personagens também. Quem nunca leu um romance e gostaria que o personagem X ou Y tivesse mais espaço? Acho que todos que leem esse gênero já passaram por isso.

Annabelle Peyton não é meu tipo de protagonista preferida em romances. É diferente do usual pois é uma caça-títulos assumida. Está em sua quarta temporada, tem 25 anos e passa todo o tempo nos bailes sentada junto às solteironas enjeitadas. Para uma garota que não tem dote ela é muito afetada para o meu gosto.

Concordo que ser pobre não significa que ela deva aceitar qualquer coisa ou qualquer proposta, mas ela almejava de fato apenas a aristocracia inglesa. No livro não fica explícito exatamente qual a posição que o pai dela tinha na sociedade. a mãe é uma frívola que para manter certas regalias sucumbe aos avanços de um nobre rico e patético que a quer como amante.

Simon Hunt é um perfeito exemplo de emergente. Conserva todas as características de um bronco, tendo em vista que é filho de um açougueiro, mas devido ao talento para finanças, faz fortuna sozinho e se torna dono de várias indústrias essenciais para os avanços econômicos da época. Ele é decidido e um tanto teimoso mas respeitador. Gostei muito de como ele foi quebrando, aos poucos, o muro que Annabelle erguei em volta de si mesma para evitar desviar de seu plano. 

Dentre as mocinhas que fazem o pacto de se ajudarem a arrumar maridos, ela é a única que não gostei. Minha preferida foi Lilian, a personalidade dela é a que mais me agrada, e agora que sei quem é o par dela, mal posso esperar. Creio que o livro deles tenha potencial para superar o meu preferido dos Hathaway's.

É um livro bem cheio de clichês. O diferencial talvez seja que o livro não termina com o casamento deles como na maioria, continua com alguns eventos até que eles finalmente se dão conta do que pensam um do outro. Algumas passagens interessantes outras bem encheção de linguiça mesmo. Precisei insistir e me controlar para não pular algumas páginas...

Nenhum comentário:

Postar um comentário