26 de agosto de 2016

RESENHA: As Poderosas Rainhas - Amy Dickinson

As Poderosas Rainhas - Amy Dickinson

Ruim. Levei apenas 3 meses para terminar a leitura mas terminei de teimosa. Eu tinha ficado empolgada com a sinopse. Aliada ao título dava a impressão de ser algo totalmente diferente. Sim, se trata de um relato de como foi criar uma filha sozinha e se reencontrar como mulher mas não tem o teor que eu esperava. 

Uma das coisas que me incomodou foi o fato de ter muitas notas de tradutor, e a maioria descartáveis ou contornáveis sem que a leitura fosse prejudicada. Algumas tinham até 6 linhas e nada tinham a ver com o decorrer da história.

Outro fator que contribuiu para o desapontamento foi o fato de que as histórias não são contadas mostrando o envolvimento de todas essas "rainhas", mas somente de Amy. Ela até comenta sobre as mulheres de sua família mas perde todas as oportunidades (e não foram poucas) de apresentá-las mais a fundo e mostrar sua real importância. 

E ainda o fato de que a cidade natal dela, que é mencionada na sinopse é quase um local de passagem por muito tempo, vemos histórias em vários grandes centros do mundo onde ela viveu com a filha antes de enfim voltar para a tal Freeville. 

E por fim, a história mais interessante e que tem todos os elementos acima mencionados é a última e termina abruptamente. Ela desenvolveu em 11 páginas o mais relevante do livro todo e não diz como termina! Tive que pesquisar no google. Por isso, caso tenha algo mais relevante, leia e dispense esse aqui. Já que nenhum dos conselhos podem ser realmente aproveitados para nós brasileiras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário