29 de abril de 2016

RESENHA: Barão Apaixonado - Sally MacKenzie (Naked Nobility #2)

Barão Apaixonado - Sally MacKenzie

Agradável. Apesar de eu ter lido fora de ordem sem querer não teve problemas. Cronologicamente os dois protagonistas se conhecem antes do casamento de Sarah e James. 

A primeira indiscrição acontece no mesmo baile em que Sarah é atacada pelo cafetão americano. Mas apesar de conhecidos eles não são amigos. No Brasil a ordem de lançamento foi alterada, esse se tornou o 3 e o de Charles o 2. Não entendo a necessidade disso.

Lady Grace tem 22 anos, é mais alta que a maioria das garotas, tem seios fartos e o quadril largo. Isso a torna intimidante e sente-se desajeitada e grande demais perto de homens comuns. Esse é um dos motivos que sempre a deixaram desinteressada no que se se refere às temporadas londrinas. 

Sua tia Kate tem 40 anos e é uma viúva sem filhos. Loira e pequena, se apresentou à sociedade aos 17 anos e tem boas recordações por isso insiste em levar a sobrinha para Londres antes que esta se case com seu prometido, John. 

Lorde Dawson tem 31 anos, é Barão há cerca de 1 ano e está atrás de uma esposa pois sabe que o tempo não para e precisa de um herdeiro pois o primo que herdaria o título caso falecesse, não vale nada. Ele é é bem mais alto que a maioria dos homens, e não quer uma garota muito frágil, portanto ao vislumbrar Grace se torna determinado a fazê-la sua esposa. 

Junto dele está seu tio Alex. Ele tem 45 anos, só esteve em Londres uma vez há mais de 20 anos e teve seu coração partido. Manteve-se afastado dos bailes e festas londrinos atém então para evitar encontrar a mulher que permeia seus pensamentos até os dias de hoje. Sua vida muda quando a acompanhante da mulher que seu sobrinho almeja se revela ser seu grande amor.

Tudo seria simples se as duas famílias não tivessem uma rixa há décadas e se casar com o Barão Dawson seja a última coisa que o pai de Grace permitira. Ele preferiria dançar nu na frente de toda a sociedade a permitir que isso aconteça. A bagunça está armada. Com este cenário eles se apaixonam. Seus tios se envolvem novamente e ficam divididos entre remediar arrependimentos ou criar novos. Grace por sua vez se vê dividida entre seguir seu coração e obedecer a se pai. 

A história é morna até cerca de 60% do enredo. Ele é charmoso e bem-educado e ela muito indecisa no que se relaciona a ele. Os tios parecem adolescentes. Os anfitriões das festas são meio esquisitos o que causa uma parcela de informações confusas. E o final deixa algumas pontas soltas. Mas apesar desses detalhes é um bom divertimento e será melhor apreciado caso os livros seguintes amarrem essas pontas soltas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário