9 de novembro de 2015

RESENHA: Desejos dos Mortos - Kimberly Derting (The Body Finder #2)


DESAFIO LITERÁRIO DO SKOOB
Finados - 11/12

Desejos dos Mortos - Kimberly Derting

Por um instante achei que tinha sido escrito por um autor diferente. Tem algo errado nesse livro. Achei o primeiro tão viciante e inovador que acabei o colocando para viajar no grupo do LV. Esse foi fraco em comparação à estória vivida por Violet em Ecos.

A parte policial do enredo foi um pouco devagar mas bem interessante. A adição dos novos personagens fez muito bem ao plot. Em compensação, o lado romance adolescente ficou a desejar. O livro não é ruim. É um bom entretenimento e as novas possibilidades que se abrem ao longo do livro são suficientes para manter o foco e o interesse na continuação.

Jay que tinha sido tão apaixonante no primeiro livro se tornou menos 'atraente'. Agora que eles são realmente um casal, boa parte do que os fazia interessantes não existe. Cheguei a torcer para que eles se separassem e deixassem as coisas só na amizade. Ainda mais com a chegada do enigmático Rafe.

Violet se mostrou um tanto enjoada nesses capítulos. Para quem já deveria estar acostumada com o próprio dom, ela me pareceu extremamente afetada. Levando em conta que o caso da vez é (ao meu ver) bem mais tranquilo e fácil de digerir que o anterior e que ela teve meses para se acostumar com  marcas de humanos, não convenceu.

Chelsea, a amiga, rouba várias cenas. Está hilária, ainda mais com sua obsessão com o novo personagem: Mike. Ele e a irmã são personagens bem intrigantes que mereciam mais espaço. Os pais de Violet tiveram a mesma regressão que Jay. Algumas decisões não pareciam com as de pais de adolescentes. Por mais que a garota seja diferente da garotada usual, o tratamento me pareceu muito deslocado.

Rafe e Sara que compõem um núcleo que aparentemente será recorrente me deixaram desconfiada no início e depois curiosa de uma maneira positiva. A autora não fala a idade do Rafe, mas fiquei com a impressão de que é algo próximo da de Violet, porém ele parece mais maduro. Talvez mais acostumado com suas capacidades.

Enfim, fiquei curiosa com o que o terceiro livro vai tratar, mas não creio que esse em si seja memorável. É mais uma leitura obrigatória para quem não tem facilidade de abandonar sagas. Como são 4 livros, precisava terminar esse. Caso fosse uma história avulsa eu não sei se teria chegado ao fim. 4 estrelas pelas promessas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário