9 de agosto de 2015

RESENHA: When You're Back - Abbi Glines (Rosemary Beach, #11)

When You're Back - Abbi Glines


Uma pena. O primeiro deles foi tão incrível que esse acabou deixando a desejar. Alguns acontecimentos poderiam ter ficado de fora e outros poderiam ter sido abordados para deixar as coisas mais conexas.

Reese e Mase juntos mas sem ninguém ao lado são ótimos. Mas se adicionarmos mais alguém à cena as coisas perigam. Ou a Reese fica insegura ou o Mase vê o que não existe. O que não deveria existir já que eles já espalham para o mundo que um não existe sem o outro.

Eu honestamente esperava ver mais o pai biológico dela aparecendo. Queria entender o porque de ela ter ficado tanto tempo sem saber da existência dele e o motivo de ele ter levado tanto tempo para ir atrás dela. As coisas teriam ficado menos perdidas caso isso tivesse acontecido.

Caso esse personagem tivesse sido explorado, talvez a presença do Capitão não tivesse parecido tão deslocada e forçada por tantos capítulos. Mas mesmo assim foi bom ver os variados lados dele. Deu para ver que ele vai ser um bom 'mocinho' no livro dele. 

Alguém me explica porque a festa da Lila foi na casa do Rush? Não faz sentido. Por que o Kiro fazer merda significa que o Mase tem que largar tudo para acudir? Nunca fez isso na vida. Não entendo. Nunca foi próximo do pai e de repente é ele que tem que segurar os pepinos? 

Abbi podia ter achado um motivo melhor para tirar o Mase do Texas por uns dias sem a Reese.  Aliás, não precisava nem tirar ele do Texas, era só mandar ela para Chicago e construir um sentido para essa confiança toda que ela tem em um homem que mal conhece... o pai.

O final foi fofo. Mas por eu ser uma romântica incorrigível. Mas não foi o suficiente para arrancar 5 estrelas no skoob. Mas o livro todo foi suficiente para me deixar reticente sobre o resto da série. Não massacre mais meu coração Abbi. Ao menos não tanto assim!

Nenhum comentário:

Postar um comentário