22 de agosto de 2015

RESENHA: Se você fosse minha - Bella Andre (Os Sullivans #5)

Se você fosse minha - Bella Andre


Fofo. Mas previsível. A leitura desse foi mais arrastada que a dos anteriores da série. Acho que esperava muito de Zach, pois apesar de ele ser encantador eu não suspirei tanto por ele e a Heather não foi o tipo de 'mocinha' que me faz torcer para o casal ficar junto.

O motivo de ela não querer se envolver emocionalmente é fútil. Papai traiu mamãe a vida toda e mesmo assim mamãe fica com ele e finge que não sabe. Garota, acorda, você não é a única a se deparar com essa verdade ao chegar na adolescência. Você não é especial assim. 

Já os motivos de Zach são mais convincentes. Ser comparado ao pai por toda a vida realmente deve deixar qualquer um confuso, e o fato de ele arriscar a vida em corridas de carros (Sexy!) contribui para ele achar que vai morrer cedo. É dramático mas faz sentido.

De novo Bella Andre nos brinda com amor eterno em tempo recorde. Melhor que Chloe e Chase(2 dias) mas ainda sim rápido demais para meu gosto. 2 semanas é muito pouco tempo para que todos os medos de ambos caiam por terra e eles se joguem sem medo nessa incerteza que é amar. Por mais irresistível que um aparente ser frente ao outro. 

Aliás, por que motivo eu continuo lendo esses romances se eu já sei que vou ficar p da vida com essas trocas de juras de amor eterno em tempo relâmpago? Acho que isso é assunto para tratar na terapia. Pois definitivamente não é normal. 

Ternurinha e Atlas realmente roubam a cena. As interações entre os dois personagens caninos fazem a leitura valer a pena. Ainda mais que eu conseguia visualizar esse homem enorme com um filhote de york nos braços. Eu tinha achado forçado e até mesmo incoerente que de todos os irmãos, Gabe deixasse com Zach a filhote, mas quando no final ele percebe que tudo foi um truque meu amor por essa família só cresceu. 

E o prólogo me deixou felizinha. Ver que o próximo casal já se conhecia antes me deixou otimista. Reavivar sentimentos me parece muito mais convincentes que quando eles surgem do nada. Ryan... me surpreenda. Já que Gabe continua sendo meu preferido.

Um comentário:

  1. Oi Evelyn,
    Concordo com você. O que me mata nessa série e em outras é esse amor eterno repentino e duradouro.
    Se bem que depois do absurdo do Chase e Chloe, até que duas semanas parecem uma eternidade.
    Meu preferido sempre será o Gabe.
    bjs,
    Luana
    www.blogmundodetinta.blogspot.com

    ResponderExcluir