16 de fevereiro de 2015

RESENHA: Voar - Angie Sage (Septimus Heap, #2)


DESAFIO LITERÁRIO DO SKOOB 2015
Fantasia - 02/2015


Voar - Angie Sage

Fazia um tempo que queria ler esse livro. Demorei para consegui-lo e mais ainda para enfim começar a leitura. Tanto que quase não lembrava mais da história do primeiro. Mas felizmente há bastante referências no texto para que a leitura não seja prejudicada.

Foi uma leitura gostosa e feita devagar. Não estou com clima para fantasia e se não fosse o desafio, teria largado para recomeçar em outro momento. Mas foi bom ser obrigada insistir. Angie Sage tem um estilo de escrever que torna todo o processo mais agradável, assim como as situações absurdas que garantem gargalhadas. Os nomes dos amuletos, feitiços e sortilégios também contribuem para esse aspecto da experiência.

Septimus Heap agora é o Aprendiz da Maga ExtraOrdinária e dá duro para aprender e ser valorizado pela primeira vez na vida. Sua irmã adotiva, Jenna, é agora a princesa e futura rainha, e assim como Septimus tem muito a aprender. Simon o irmão mais velho está decidido a ser uma Mago das Trevas e apronta horrores na tentativa de fazê-lo.

As coisas começam a dar errado quando Simon aparece e sequestra Jenna. Ninguém acredita em Septimus quando ele conta o ocorrido e ele decide sair atrás dos dois sozinho. Nicko, um dos irmãos de Sep aceita ir junto e o ajuda nessa jornada. No caminho acabam conhecendo sem querer o avô deles que abandonou a vida de Mago para se tornar uma árvore e é uma das melhores partes do livro.

Sep enfim conhece os irmãos que vivem na floresta e conhece o menino-lobo que mais tarde revela ser um dos companheiros de Exercito Jovem de Sep. Nesse meio tempo Jenna conseguiu fugir de Simon graças a um presente de Sep, um Talismã de Chocolate (que viria bem a calhar ter um de verdade.) 

Farejadora, uma bolinha de tênis cheia de Magya das Trevas acaba sendo um dos melhores personagens do livro, gostaria de ver essa bolinha de novo no próximo volume. Ela é uma graça e se torna protagonista de uma das cenas mais legais da história. e depois quando encontra Jenna como foi designada, deixa o Menino-Lobo em apuros. 

É uma verdadeira aventura, se eu fosse falar de todos os causos que eles passam levaria tempo demais e eu acabaria contando demais e estragando a leitura de outras pessoas. Spoiler não é legal. Em resumo, Voar é uma leitura que não precisa ser feita com pressa, é agradável, divertida, cheia de absurdos que farão crianças gostarem de ler e adultos esquecerem dos problemas do dia a dia. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário