12 de fevereiro de 2015

RESENHA: Jogos do Prazer - Madeline Hunter (Os Rothwells #3)

Jogos do Prazer - Madeline Hunter

Gritos histéricos definem. Adorei essa leitura, amei esse plot. Kyle Bradwell entrou para o pequeno (#SQN) rol de mocinhos que me fizeram ver estrelas. E o fato de o relacionamento deles ser construído aos poucos me agradou mais ainda, fugindo da mesmice.

Detestei Roselyn no início, era uma dessas riquinhas mimadas e que se acham autossuficiente mas aos poucos fui me afeiçoando a ela e a sua força. Ela consegue ser uma mulher a frente do seu tempo mesmo adorando todas as regras da época.

Kyle me conquistou no início mesmo quando ele se intromete no leilão e a arremata. Todo poderoso no meio dos lordes. A descrição que a autora faz dele também ajuda às leitoras a suspirarem pelo rapaz. Aos poucos conforme vamos conhecendo como foi a vida dele e como ele chegou aonde está ele se torna mais cativante. Ele não veste a máscara de bonzinho. Ele é honesto, trabalhador, inteligente, sagaz mas carrega uma crueza e uma dureza que o difere dos outros, principalmente do irmão babaca de Rose.

Dá pra ver que ele se apaixona por ela anos-luz antes de ela suspeitar ter tal sentimento por ele, mas isso não é mencionado. Na verdade, esse 'amor' é quase que pano de fundo. A história mesmo tem foco no esforço deles e dos que estão em torno deles para devolver dignidade à Rose, proteger a irmã Irene de qualquer respingo e da fuga mal-sucedida de Tim que acaba sendo preso. 

Ele tinha muito mais motivos para casar com ela e tirar vantagem dessa situação, mas acaba que Rose é que se beneficia mais nessa situação. Além de aprender que pode ser feliz na intimidade ela vai se redescobrindo e vendo do que é capaz e o que realmente importa e a faz feliz.

Dentre os 3 livros da série, esse é de longe o melhor. Uma ou outra passagem me fizeram ficar ansiosa para o quarto que ainda não foi lançado no Brasil. E como não estou com disposição para uma leitura em pt-pt, vou esperar. Mas definitivamente é uma leitura que farei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário