29 de janeiro de 2015

RESENHA: Um Olhar de Amor - Bella Andre (Os Sullivans #1)



Um Olhar de Amor - Bella Andre (Os Sullivans #1)


Mais um romance para a lista de janeiro. Essa fase parece que vai demorar um cadinho para passar. Faz pouco tempo que me interessei pelos livros da Bella Andre. O último lançamento tem arrancado suspiros de conhecidos no facebook, achei que valia a pena dar uma chance.

A escrita dela é bem gostosa. Fácil de ler. Comecei ontem a noite e sem perceber já estava na metade do livro em relativamente pouco tempo. Como todo romance do gênero é previsível, tem alguns clichês mas por ser contemporâneo serviu para que eu me conformasse que não acredito em amor a primeira vista. 

Não querendo dar spoiler já dando,  fiquei passada quando o cara se diz apaixonado pela garota no terceiro capítulo. E para piorar o delírio toda a história se passa no curtíssimo período de tempo de QUATRO dias. Convenhamos. Conhecer, sentir atração, se apaixonar, amar, ajoelhar e pedir em casamento em QUATRO dias é surreal demais, mesmo que fosse um romance histórico.

Chloe Peterson. A mocinha. Tem 30 anos, divorciada e encontra o Deus Grego da vez no meio da estrada em um dia de muita chuva com direito a granizo. A descrição dela na história condiz com a mulher da capa, o que é algo incrível ultimamente. Gostei bastante dela apesar de umas coisinhas irritantes. Ela é desconfiada, insegura por conta da situação que se encontra mas ao contrário do que vemos em alguns livros, ela não é puritana e está longe da perfeição.

Chase Sullivan, 32 anos, o gato, alto, sarado, olhos marcantes, sensível, protetor, rico, sabedor das manhas, conhecedor das palavras certas nos momentos certos e mais alguns detalhes suspirantes. Sim, o cara é quase perfeito. QUASE pois se apaixona em menos de 24h. Qual é meu irmão! Ele não tem mais 20 anos e é o primeiro rabo de saia na frente dele. Não engoli essa. Não mesmo.

Algumas cenas são bem legais, a interação com os outros personagens, as situações, os cenários. Realmente o Vinhedo Sullivan é algo merecedor de um romance em seu território. Lendo eu me vi suspirando pelas paisagens narradas e querendo estar em algum lugar assim. Outro ponto a favor é a maneira como a autora nos prepara para a história de Marcus.

Há um suspense toda vez que ele aparece (ou desaparece). Ele namora uma garota chamada Jill há 2 anos e está pronto para dar o próximo passo, mas durante as passagens a gente vê que há algo de errado com a situação, e só no prólogo é que a verdade é revelada (em parte) deixando um ótimo gancho para a história dele. Agora só falta saber se vai ser relâmpago como com Chase ou se vai ser mais crível. Só leia se você não se importar com situações irreais e ilusórias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário