25 de janeiro de 2015

RESENHA: Os Segredos de Colin Bridgerton - Julia Quinn (Os Bridgertons #4)


RC 2015 - Livro que se pode terminar em um dia

Os Segredos de Colin Bridgerton - Julia Quinn (Os Bridgertons #04)

Como a leitura da vez escolhida pela TBR estava meio maçante, nada melhor que Julia Quinn para mudar os ânimos. Como sempre, ela não decepciona. Ri de doer a barriga em vários momentos, fiquei apreensiva, ansiosa e feliz com os acontecimentos, Como já disse em outras resenhas referentes aos Bridgertons, pode até ser previsível o final, mas o que nos faz continuar lendo é o 'Como'. Essa é a parte surpreendente e boa dos livros dela.

Mesmo que Quinn tenha a capacidade de fazer todos os irmãos e irmãs serem apaixonantes, Colin sempre fora meu Bridgerton preferido, Quando ele aparece pela primeira vez ainda com 20 e poucos anos era cheio de irreverência, charme, jovialidade e uma alegria única ao personagem. Já nesse volume ele está mais maduro, revela uma seriedade que vem com a experiência de vida, mas sem perder o charme e encanto que o faz tão incrível. 

Conhecemos então um outro lado dele. O lado sonhador, preocupado, viajado que apenas complementa ainda mais a personalidade desse rapaz. A moça da vez, Penelope Featherignton, também cresceu, pudemos ter um vislumbre da mulher que ela se tornaria no último livro, e ali mesmo já torcia por ela. Um daqueles personagens que crescem no seu conceito durante séries. Ela por um lado é a típica menina invisível, que não chama a atenção das pessoas à sua volta pois nenhuma delas nunca se deu ao trabalho de sentar e começar uma conversa. 

Também fiquei muito contente com o desenvolvimento de Hyacinth. Ela não é mais uma criança correndo pela casa, mas uma jovem com a língua afiada, os ouvidos atentos, não muito diferente de Eloise e da mãe nesse aspecto, mas ainda sim com certa singularidade. Quero ver o rapaz que será capaz de fazê-la diminuir o ritmo e se perder em seus pensamentos.

É aqui que nosso desespero por saber quem estava por trás de Lady Whistledown termina. Para não dar spoiler, não direi quem é, mas fiquei muito feliz. Passou pela minha cabeça algumas vezes que seria essa pessoa, mas mesmo assim fiquei surpresa. Quero mais colunas dela! Há menos bailes e reuniões de família dessa vez, o foco ficou mais nos dois, por isso achei bem escolhido o título: 'Os Segredos de Colin Bridgerton' para a edição brasileira. Ponto positivo para os tradutores, revisores  e editores envolvidos. Alguns títulos por aí ficaram esquisitos, ou reveladores demais. 

Os trechos dos diários de Colin foram muito bons, dignos de virarem livros e não somente os devaneios de um confessor comum. Penelope por sua vez o ajuda nesse quesito já que ele não acredita em si mesmo, quando dada às conjunturas seria muito mais fácil ela não ter segurança em algum momento e não ele, um Bridgerton.

Esse é daqueles livros que se eu pudesse ficaria falando até amanhã. mesmo com 300 e poucas páginas me acrescentou e envolveu muito mais que alguns tijolos por aí. Não há enrolação demasiada e fora de lugar. Tudo se encaixa direitinho. E que venha o #05. Pois Eloise me deixou intrigada durante os últimos capítulos. Preciso saber mais sobre essa menina e seus segredos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário