14 de dezembro de 2014

RESENHA: Fingindo ter 19 anos - Alyson Noël

Leitura Extra
31/2014

Fingindo ter 19 anos - Alyson Noël


Esse foi um dos livros que comprei por impulso numa dessas promoções loucas da internet. Não teria comprado se não fosse assim. Só conhecia o lado sobrenatural de Alyson Noël e depois desta leitura percebo que prefiro Riley Bloom e suas aventuras.

Por se passar no início da década de 2000, várias das referências à cultura pop me são familiares, mas isso não as torna menos insuportáveis. Nunca gostei de livros assim. Pelo menos da metade para o final ela dá uma desacelerada no número de citações por página. 

A protagonista: Alexandra ou Alex. Chata demais. Que garotinha sem graça. Várias vezes tive vontade de estapear, sacudir e mandá-la acordar para a vida. Sua melhor amiga, M, também é bem ridícula. Connor e Trevor são bem normais, típicos. Um tanto irrelevantes. Guy e Blake são os melhores, mas quase não apareceram. Poderiam ter sido mais explorados.

Quando Connor descobre que Alex não tem 19 e sim 17 fica a impressão de que a história vai fluir e melhorar. Doce ilusão. Fica na mesma merda. Tudo bem, quase. Melhora um pouquinho. Tanto que consegui terminá-lo. 

Leitura fraca, até pelo tempo que levei para terminá-lo. 5 longos dias. Não houve uma única passagem que eu considerasse mencionável, nada que valesse a pena copiar. Talvez eu esteja muito velha para essa lenga-lenga, que era para ser adolescente mas me soou pré-adolescente. 

Dispensável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário